POR:

Júlia Neris

Acadêmica de Jornalismo

COMPARTILHE

Mãos à obra!

A Operação Yaguaru começou oficialmente hoje e atenderá municípios de toda a região Oeste

17 de janeiro de 2020

COMPARTILHE

POR:

Júlia Neris

Acadêmica de Jornalismo

Foi realizada nesta manhã (17), no auditório principal da Unioeste de Cascavel, a cerimômia oficial de abertura da Operação Yaguaru, do Projeto Rondon. Este é o maior projeto de extensão do país e pela primeira vez é realizado na região Oeste do Paraná.

           

Com objetivo de melhorar a condição de vida da população e contribuir para formação acadêmica, a se concentrará na região Oeste do Paraná, entre os dias 16 de Janeiro à 2 de Fevereiro.

           

O projeto, promovido pelo Ministério da Defesa, é uma ação do Governo Federal realizada em parceria com os governos Estadual e Municipal, com as Instituições de Ensino Superior, Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) e a 33ª Brigada de Infantaria Mecanizada.

 

A Univel foi a única instituição de Cascavel selecionada para participar da Operação. Uma equipe da instituição, formada por dois professores e oito alunos, atuará na cidade de São Pedro do Iguaçu. 

 

O aluno do curso de Fotografia da Univel, Leonardo Souza, integra a equipe e falou sobre a importância da experiência em sua formação acadêmica, “É muito interessante a gente poder colocar em prática tudo aquilo que aprende diariamente na universidade, e ainda mais do que isso, conhecer outras realidades. Participar deste projeto é uma via de mão dupla, você ensina, mas aprende também”. 

 

A professora coordenadora da equipe Univel no projeto, Katia Salomão, explicou que o projeto aborda questões sobre Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. “Ao longo dos mais de 50 anos de existência, o projeto Rondon vem cumprindo seu papel, de levar desenvolvimento e justiça social as regiões onde existe um baixo índice de desenvolvimento humano. Quando falamos em IDH baixo, pensamos nas regiões Norte e Nordeste do país, esquecendo nossa região”. 

 

Segundo Katia, às regiões e municípios foram selecionados conforme o índice de IDH. Ela destaca ainda o que o lema do Projeto Rondon é “Ser uma lição de vida e de cidadania”. 

 

O professor Adriano Azevedo atua como coordenador-adjunto da equipe da Univel, e falou sobre a composição da equipe que foi preparada especialmente para participar do projeto. “A equipe Univel é composta por alunos que possuem, no mínimo, 50% da grade curricular completa. Os alunos interessados se inscreveram e nós selecionamos oito alunos de diferentes áreas”. 

 

Ainda de acordo com Adriano, os alunos passaram por treinamentos e capacitações antes da Operação. “Nossos alunos estão preparados para serem responsáveis pelas oficinas, para que sejam os agentes de transformação. Nós damos todo apoio e o auxílio necessário, mas eles precisam vivenciar essa experiência”. 

 

O professor destaca a felicidade e satisfação ao ver os alunos empolgados e preparados para mais um desafio da vida acadêmica. 

 

PROJETO RONDON

 

Esta é a segunda vez que a Univel participa do Projeto Rondon. Em 2018, uma equipe da instituição integrou a Operação Palmares, realizada no estado do Alagoas. Na ocasião, os professores Anderson Costa e Giovani Pinheiro, coordenaram as ações dos acadêmicos na cidade de Quebrangulo. 


           

E AÍ, GOSTOU DO CONTEÚDO
OU TEM ALGUMA SUGESTÃO?

Entre em contato: [email protected]