POR:

Anderson Antikievicz Costa

Jornalista e professor

COMPARTILHE

Frutos de uma Mente Delirante

Ilustrações de Jean Cruz estão expostas na Univel até dia 27 de março

3 de março de 2020

COMPARTILHE

POR:

Anderson Antikievicz Costa

Jornalista e professor

O Espaço Cultural Univel Cantina recebe até dia 27 de março uma exposição muito especial. Frutos de uma Mente Delirante reúne trabalhos de Jean Cruz, que é desenhista, ilustrador, character designer, concept artist, game developer, designer gráfico e egresso do curso de Artes da instituição. As ilustrações expostas apresentam desde personagens conhecidos, com o famoso Tyrion Lannister, da série Game of Thrones, até cenas originais muito criativas e que esbanjam talento. A exposição é promovida pelo Projeto de Extensão Espaço Cultural Univel, coordenado pelo professor Antônio Carlos Machado.

 

Aliás, além de curtir a exposição, quem tirar uma foto ao lado de uma das obras e marcar o autor no Instagram (jean_cruz_art) terá repostagem no stories do artista. E se você tiver alguma dúvida em relação aos trabalhos, o autor também responderá mensagens. Aproveite!

 

Confira a entrevista que o 360on fez com Jean Cruz:

360on – Olá, Jean. Obrigado pela entrevista. Por favor, nos conte um pouco sobre você e apresente seu trabalho. 

Jean Cruz: Olá, agradeço muito pelo convite. Pra quem não me conhece, meu nome é Jean Cruz, tenho um perfil no Instagram chamado jean_cruz_art e em outras redes sociais, como o Facebook e Artstation, usando meu próprio nome. Trabalhei por muitos anos como designer gráfico, mas decidi largar tudo seguir o meu sonho de ser desenhista e hoje em dia trabalho e me sustento como freelancer, fazendo principalmente trabalhos para empresas de jogos e também caricaturas, ilustrações, arte conceitual, estampas, entre outros trabalhos, tanto para brasileiros quanto para estrangeiros que entram em contato comigo após conferir o meu trabalho online.

360on – Como você começou e o que percebeu que mudou em seu trabalho com o passar do tempo?

Jean Cruz: Muitas pessoas acham que para ser desenhista precisa ter talento, mas eu não evoluí apenas achando que meu dom iria resolver tudo. Comecei com muitas dificuldades, porque não sabia pra quem vender meu trabalho, mesmo sabendo do imenso mercado de trabalho de ilustração que existe hoje em dia. Tinha apenas uma mesa digital barata e muitos cursos pra fazer, mas não sabia por onde começar. Então foquei em estudar o máximo que conseguia durante os intervalos dos jobs, desde manhã cedo até tarde da noite todos os dias durante quatro anos, até finalmente ter um trabalho bom e refinado o suficiente para chamar atenção de algumas empresas, que entraram em contato comigo e que agora mantemos sempre contato. Acredito que melhorei muito desde que comecei minha jornada, porque o que eu demorava dois dias pra fazer, agora faço em dez minutos. E também acredito que tenho muito ainda pra melhorar. Meu trabalho está mil anos luz de estar perto de perfeito, mas sei que ainda tenho toda uma vida pela frente pra ir aprendendo e refinando minhas habilidades, assim como qualquer outra pessoa que tem o mesmo sonho de ser um desenhista e que ainda não começou sua jornada por não ter coragem ou por desinformação.

360on – Como foi cursar Artes na Univel?

Jean Cruz – O curso de Artes da Univel foi uma experiência única. Conheci pessoas muito legais, que guardo em meu coração e continuo uma amizade até hoje. Os professores sempre nos incentivaram a melhorar nossas habilidades e sempre foram muito parceiros em tentar nos informar tudo que sabiam. A arte é essencial na vida de todos, até porque ela está presente até no design e na logo da garrafa de cerveja que você toma, na escolha de roupas do ator que você é fã, no seu take favorito daquele filme que te fez chorar, naquele refrão da música que você ouve todo dia, ou até na estampa da camiseta que você está usando.

 

360on – Essa é sua primeira exposição? Como foi organizá-la e que as pessoas vão poder ver?

Jean Cruz – Ao ar livre é a minha primeira exposição. Nela todo mundo poderá ver algumas das artes que mais gostei de fazer durante o período dos últimos anos. Espero que elas consigam se comunicar com vocês tanto quanto elas se comunicam comigo.

360on – Como você define os temas e como você descreve seu estilo de ilustração?

Jean Cruz – Não tenho um estilo fixo, até porque se você se prender a um único estilo e forma de desenhar, você nunca irá evoluir. Estou sempre tentando variar entre desenhar personagens mais realistas, outros mais caricatos, alguns mais cartoon, outros mais renderizados. A única coisa que sempre tem que estar fixa em todas as suas artes é a vontade de passar um sentimento e uma mensagem. Quanto aos temas, eles variam dependendo do sentimento e a mensagem que quero passar. As vezes quero só desenhar um personagem divertido, às vezes contar uma história com vários detalhes. Depende muito da inspiração e do momento.

E AÍ, GOSTOU DO CONTEÚDO
OU TEM ALGUMA SUGESTÃO?

Entre em contato: [email protected]